segunda-feira, 11 de abril de 2011


Apesar das ações promovidas pelo governo, o dólar continuou despencando e encerrou sexta-feira na cotação mais baixa desde 5 de agosto de 2008.

A moeda americana caiu 0,56% e fechou em R$ 1,574. O dólar já acumula desvalorização de 5,52% neste ano.

A semana foi marcada pelo ceticismo do mercado em relação às medidas adotadas pelo governo para conter a desvalorização cambial. O governo decidiu elevar para dois anos o prazo dos empréstimos no exterior que terão que pagar 6% de IOF.

Na semana anterior, o IOF na captação de recursos no exterior já havia sido elevado para 6% nas operações até um ano.

Juros altos no Brasil Economistas salientam a "luta inglória" para evitar o derretimento do dólar: o diferencial entre os juros domésticos e externos. Como os juros brasileiros são muito altos, os investidores estrangeiros aplicam no Brasil o dinheiro captado no exterior a taxas mais baixas.

A taxa básica de juros no país está em 11,75% ao ano, enquanto nos EUA ela oscila entre uma faixa de zero a 0,25% ao ano.

Fonte: Destak

0 comentários: