quinta-feira, 16 de junho de 2011

Destak Jornal - SP - Brasil: "O ministro das Relações Exteriores da Itália, Franco Frattini, responsabilizou o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva pela libertação do ex-ativista italiano Cesare Battisti. Segundo reportagem da BBC Brasil, o chanceler disse que o governo italiano vai apresentar argumentos jurídicos claros à Corte Internacional de Haia, na qual pretende recorrer da sentença do Supremo Tribunal Federal.

Até o dia 25 deste mês, o governo italiano pretende recorrer ao Comitê de Reconciliação, que tem quatro meses para emitir um parecer sobre o caso. Se esse recurso não for aceito, a Itália terá de recorrer à Corte Internacional.

Por temer manifestações políticas e populares, Lula decidiu cancelar sua viagem para Roma marcada para o fim do mês. O ex-presidente iria ao país para participar de um seminário sobre agricultura, no período em que aconteceria a eleição para a direção da FAO (órgão da ONU para agricultura e alimentação)."

0 comentários: