domingo, 7 de abril de 2013


S = T*((1+i)^n -1)/i


Onde
S = Somatório;
T = Capital;
i = imposto ou taxa;
n = quantidade de depósitos;

Então o Somatório dos depósitos é igual ao capital multiplicado pela soma da taxa mais um, elevados pelo tempo e dividido pelo taxa;


Exemplo:
Suponhamos que o ipca e taxa acordada para NTNB 150820, não sofram alteração, então segue:

Realizarei depósitos R$ 1000,00 reais a partir de hoje, quanto terei em 15/08/20, se depositar na poupança (0,41%am), ou no NTNB 150820 (ipca + 3,75%aa), sabendo que o ipca oscila próximo de 6,31% aa?


Poupança:
i(am) = 0,41% = 0,0041
t = 88 meses (abr/2013 a ago/2020)

S = 1000×((1+0,0041)^88 −1)÷0,0041 = 105711,90
Montante = R$ 105711,90

NTNB 150820
i(aa) = (6,31+3,75) = 10,06% = 0,1006
i(am) = (6,31+3,75)÷12 = 0,8% = 0,008
t = 88 meses (abr/2013 a ago/2020)

S = 1000×((1+0,008)^88 −1)÷0,008 = 127.021,06

Montante = R$ 127.021,06

0 comentários: